O que não pode faltar na sua passagem por Berlim.

Para se ter uma idéia mais realista de Berlim, quando não se dispõe de muito tempo, o melhor é contratar uma/um guia particular.

Berlim não é uma cidade muito fácil de se decifrar e sem um guia você pode perder muito tempo tentando descobrir os lugares e seus significados. Além disso o olhar é outro quando acompanhado de explicações dadas por um profissional.

No seu roteiro básico nao deverão faltar alguns monumentos ou lugares, que são bastante reveladores da história e do desenvolvimento de Berlim.

1 – O primeiro, nao poderia ser outro, o Portão de Brandenburgo, um símbolo cujo cuja importância extrapola a própria cidade e que conta 3 seculos de história da Prússia;

2 – Bundestag Alemão, o edifício do Reichstag (parlamento alemão), sua grandiosidade traduz vários momentos da história política da Alemanha a partir do século 19;

3 – a curva do rio Spree no bairro do governo, de uma beleza ímpar pela presença da superfície da água e da arquitetura dos anos de 2000, da pós reunificação (magnífica);

4 – Memorial do Holocausto – Memorial aos Judeus Mortos da Europa. A frieza expressa na forma rígida e repetitiva, a cor cinza triste, quebra a previsibilidade da paisagem. O que são aqueles cubos de diferentes alturas e inclinações?

5 – Gendarmenmarkt: Belíssima, a mais linda praça de Berlim na opinião da maioria dos visitantes. Sentar ali e tomar um café nos vários cafés que colocam suas mesas e cadeiras na praça, precisa fazer parte do seu roteiro. É uma volta no tempo com muita elegância.

6 – Checkpoint Charlie: apesar da ausência de monumentos originais é de extrema importância histórica, já que significou o coração da guerra fria. Era onde russos e americanos se avizinhavam de frente.

7 – Fórum Friedricianum: Obras do Frederico o Grande no século 18 onde está a primeira ópera aberta ao público da Prússia, a Biblioteca Real, o palácio do Príncipe Heinrich, hoje Universidade Humboldt e a catedral de Santa Edwiges, são obras grandiosas de poder e cultura.

8 – Memorial ao muro: Se você pretende compreender o muro de Berlim desde o seu surgimento, o memorial ao muro da Bernauerstr é o mais completo e mais didático. Além do edifício contendo muitas filmes, fotos, documentos e um mirante, o trecho de muro duplo possibilita uma visão mais abrangente.

9 – Ilha dos Museus: Os cinco museus e a catedral de Berlim (Berlinense Dom) abrigam história de milhares de anos. Com edifícios principalmente do século 19 até começo do séc. 20 em estilos classicista e eclético, formam um conjunto magnífico.

10 – Eu não deixaria de dar umas voltas pelo bairro judeu, parte do bairro de Mitte, e conhecer o Hackeschen Höfe, os pátios do começo do século 20 que foram uma reação ao modo de morar insalubre do século 19.

Deixe um comentário

*

*