Outro dia eu falava sobre o sistema de transporte público e controle dos usuários. Aqui a gente compra a passagem, a valida numa maquininha e entra no trem, sem passar por catracas. A princípio trata-se de um sistema na base da confiança de que cada um sabe proceder na compra e validação do bilhete de passagem. Nas máquinas de compras têm explicações em inglês também, mas um pouquinho difícil de serem encontradas. Além desta dificuldade, para um turista recém chegado, a escolha do bilhete certo também não é fácil.

Na semana passada uma família de São Paulo, em 4 pessoas, foram controlados dentro de um vagão do metro no primeiro dia que estavam aqui e as suas passagens estavam erradas. Eles tiveram que pagar 160,00 € de multa no ato.

Isto tudo é muito complicado. Eu acho que os controladores são muito intransigentes e o sistema também não é tão claro, mas não dá para discutir isto com eles. Portanto, quando vierem para Berlim, não contem com flexibilidade no controle das passagens do transporte público e certifiquem-se de que está tudo certo.

Deixe um comentário

*

*