Gostaria de felicitar a Areas Berlim pela excelente iniciativa de realizar o curso sobre Arquitetura, Urbanismo e História da cidade de Berlim dedicado aos arquitetos e estudantes de arquitetura que falam português.

De um lado, a participação institucional da Universidade Técnica e Camara de Arquitetos de Berlim, e mais um conjunto de profissionais de área, e do outro lado um grupo de participantes curiosos e interessados com diferentes motivações definiram o funcionamento perfeito do framework que se desenrolou num total de sete dias, de muita intensidade e muita arquitetura, sobretudo.

Devo dizer que, pessoalmente, o curso superou todas as minhas expetativas. Profissionalmente cresci bastante e vivi momentos fantásticos, conheci pessoas interessantes e aprendi com profissionais disponíveis e motivads em partilhar experiências e conhecimentos sobre Berlim – Arquitetura e Paisagem Urbana em Transformação. Foi simplesmente magnífico.

Constituiram objetivos do curso: Arquitetura e Gestão Urbana Sustentáveis e o Exercício Profissional do Arquiteto em Berlim. Abordou-se verdadeiros desafios da profissão, os concursos, como melhorar ou continuar, explorar novas abordagens, envolver diferentes sensibilidades nos projetos, rentabilizar as oportunidades, posionamento e insights do mercado.

A carga emocional era notória e não era para menos. Curiosamente lembro-me que, após a visita ao conjunto habitacional de Hansaviertel (Alvar Aalto, Oscar Niemeyer ou Luciano Baldessari)  e durante uma pequena pausa na Akademie der Künste, antes do CorbusierHaus (uma das réplicas da maquina de habitar de Marselha), um dos participantes do curso disse-me assim: Oh Naldo, sabe, isso está a ser inspirador, täo produtivo, muito intenso, que na verdade não tem preço, não há dinheiro que pague este curso.  E eu pensei, é isso mesmo! Esta sim é a melhor definição deste curso. Uma preciosidade que merece ser aproveitada seja por estudantes de arquitetura, arquitetos ou criativos que queiram descobrir o encanto de Berlim e da sua arquitetura. Ah e mais, tem o Bauhaus onde o Gropius, Mies, Kandinsky, Paul Klee e outros desenharam o futuro.

Portanto, pela minha experiencia, recomendo vivamente. Ocorre-me agora um pormenor muito interessante aquando da visita ao Monumento em homenagem aos soldados russos da II Guerra Mundial, o prof. Johannes Küchler, revelou alguns detalhes técnicos e arquitetónicos muito precisos que seguramente um visitante por si só não seria capaz de descodificar.

Por fim, e na minha opinião, creio que este programa tem todas as capacidades de evoluir para um formato –Summer School. Sendo assim, teria um plano teórico-prático bastante rico. Da parte teórica realizava-se visitas, palestras e debates. Parte prática (dois últimos dias) fazia-se um Workshop, em que os participantes seriam desafiados a produzir proposta arquitetónica. E para isso seria interessante envolver por ex.: O RAUMLABORBERLIN, as dimensões críticas e novas formas de ocupação espacial e, associadas as ferramentas tecnológicas e pós-produção - DIGITALAB Lisboa.

Um muito obrigado a todos e em especial a Areas-Berlim

Ps: Um reparo importante para a organização, para a proxima vez seria bom produzir um pequeno questionário para os participantes preencherem no final do curso.

Naldo Monteiro é arquiteto formado pela Universidade de Lisboa, vive e  trabalha em Berlim ha um ano e meio.

Em 2017 acontecerão a Areas-Berlin promoverá dois eventos na área da arquitetura e paisagem urbana. Um em maio, com um programa muito similar a este, e outro em setembro, na forma de continuação do ocorrido em julho de 2016.

Preencha os campos abaixo e receba mensalmente conteúdos sobre a arquitetura e o urbanismo em Berlim