Stolpersteine, ou pedra do tropeço, em português, chama-se a peça de forma retangular encontrada no chão da cidade. Trata-se de um projeto do artista Gunter Demning, que instala estas peças, ou pedras no chão para lembrar o destino das pessoas que foram perseguidas, deportadas e mortas no tempo do nacional-socialismo. São peças de concreto na forma de um cubo enterradas no chão, e possuem uma chapa de messing com inscritos sobre uma pessoa vítima do nazismo. Elas são instaladas na calçada à frente da última residência voluntária desta pessoa, ou de seu trabalho.

Os familiares pagam para a instalação desta peça, ou também pode ser inanciada por qualquer pessoa que tenha interesse em fazer uma homenagem a uma vítima do Holocausto. Esta doação pode ser abatida do imposto de renda.

Já são mais de 50.000 peças instaladas (situação em agosto de 2014) não apenas na Alemanha, mas também em 17 outros países europeus. A pedra do tropeço é o maior memorial descentralizado do mundo.

Deixe um comentário

*

*