East Side Galery é o nome dado a um trecho do muro de Berlim que sobrou da demolição do mesmo a partir de 1889. Em um movimento de preservação de parte daquele que significou não apenas um divisor de uma cidade, mas que também simbolizou a separação do mundo em dois blocos: o oriental (comunista) e o ocidental (capitalista), convidaram, já no início de 1990, 118 artistas de 21 países para cada um pintar uma parte desse trecho de muro. Já em 2009 as pinturas tiveram que ser restauradas por causa das pichações e “lembranças” deixadas por turistas. Nessa ocasião, oram convidados todos os artistas novamente que, a partir de imagens, as recuperaram. Agora, já é preciso fazer uma nova restauração, pois os turistas, e não apenas eles, não entenderam que se tratam de obras de arte e que precisam ser preservadas. Esta restauradora está limpando cada assinatura que os visitantes deixaram ali.

Deixe um comentário

*

*