6 conjuntos habitacionais do início do século XX tombados pela UNESCO

Neste passeio vamos conhecer 6 conjuntos habitacionais icônicos, testemunhos da construção de habitações dos primórdios da arquitetura modernista e precursores da construção de moradias sociais em massa. Construídos entre 1913 e 1934 em Berlim, Alemanha. Estas obras fazem parte do movimento conhecido como “conjuntos habitacionais de reforma” da classe trabalhadora, que deu origem a uma nova forma de abordagem dos problemas habitacionais e urbanísticos da era industrial.

Estas habitações sociais influenciaram a arquitetura, o urbanismo e a política governamental de habitação de todo o século 20. Dos vários conjuntos construídos em Berlim, seis foram elevados a patrimônio cultural da humanidade pela Unesco em 2008, “Berlin Modernist Housing Estates”.

Berlim chega ao século 20 trazendo de herança a problemática habitacional que é evidenciada na revolução industrial pelas condições subumanas de vida do proletariado emergente. No século 19, a população da cidade praticamente dobrava a cada 25 anos e virou o século com quase dois milhões de habitantes.

A insalubridade imperava nas formas de habitação encortiçadas. O ar poluído, a alimentação precária e as jornadas de trabalho exaustivas tornaram o ambiente muito propício para a tuberculose e por isso as pessoas morriam muito cedo. Berlim ficou conhecida nesta época como “a cidade da tuberculose”.

A baixa produtividade, a morte prematura dos trabalhadores e o medo do avanço do Bolchevismo da Rússia foram fatores impulsionadores de soluções governamentais para abrandar o descontentamento desta camada da sociedade.

A realização de habitações salubres tinha como objetivo melhorar a saúde da população, prolongar a vida das pessoas e aumentar assim seu rendimento na produção industrial. “Luz, ar e sol para todos” era o slogan motivador da construção das novas moradias.

Mais rapidez e economia na construção através da fabricação de elementos padronizados e produzidos em série, formas simples, fachadas coloridas e a concepção de espaços diferenciados contribuíam para a identidade da nova arquitetura social.

Os 6 conjuntos tombados pela UNESCO foram construídos em Berlim de acordo com estes princípios. Cada um possui características específicas, com soluções resultantes dos aprendizados dos arquitetos com as experiências anteriores e respostas próprias para as condicionantes de cada projeto.

O contexto histórico e social em que cada conjunto foi construído, as técnicas utilizadas nas construções das moradias, as diferenças entre as tipologias construtivas adotadas em cada conjunto, são alguns dos aspectos a serem abordados durante as nossas visitas virtuais.

card para o evento 3

VISITAS VIRTUAIS

As apresentações serão sincrônicas, ou seja, ao vivo e com recursos como vídeos, imagens aéreas, fotografias e mapas. Nao será trasmitido por youtube ou facebook e não será permitido gravar.

Depois da visita faremos um debate que fechará esta experiência muito enriquecedora para todas/os participantes. A transmissão será via zoom e os participantes receberão um link por email no dia anterior. É necessário que cada participante se increva no zoom com seu próprio e-mail.

Esta atividade será dirigida principalmente a arquitetas/os, estudantes de arquitetura e pessoas de outros campos profissionais que se interessam pelo tema assim como pela história de Berlim e da Alemanha.

 PROGRAMA

Um passeio pela Berlim do início do século 20, o fim da Primeira Guerra Mundial, a queda do império, a República de Weimar e a problemática habitacional.

Visita virtual aos conjuntos habitacionais:

20.02

- Cidade Jardim Falkenberg (1913-1916)

Schillerpark (1925-30)

Britz ou Hufeisensiedlung (Conjunto hab. Ferradura)(1925-31)

27.02

Complexo Habitacional Carl Legien (1929-30),

Siemensstadt (cidade Siemens) (1929-31)

Weiße Stadt (Cidade Branca) (1929-31)

As visitas virtuais serão de uma hora e para as perguntas estão reservados mais 30 minutos .

As vagas são limitadas.

Se solicitado, forneceremos um certificado a quem tiver participado das duas visitas.

VALORES PARA AS DUAS VISITAS:

R$110,00

Para estudantes até a graduação: R$100,00

Para moradores de países europeus: €20,00

*O pagamento deverá ser feito por depósito em conta-corrente e os dados bancários serão enviados por e-mail aos inscritos.
Para fazer a inscri
ção, preencha o formulário:

pronto

Esta é mais uma atividade da AREAS-BERLIN – TOURS, CURSOS E VISITAS TÉCNICAS EM ARQUITETURA E URBANISMO EM BERLIM.

Maristela Pimentel Alves

*Conheça a arquitetura de Berlim e da sua região com quem entende do assunto, com quem tem formação em arquitetura e didática para transmitir sua história, suas técnicas, tendências e motivações em uma linguagem acessível a todos interessados pelo assunto.