As visitas técnicas podem ser programadas em função da especificidade de interesses de cada  grupo. Elas são dirigidas a colegas de trabalho, a pesquisadores científicos, a amigos com interesses profissionais comuns, a comitivas oficiais, a excursões universitárias e a participantes de eventos na cidade como congressos, treinamentos, estágios ou feiras.

Para melhorar e ampliar os conhecimentos é enriquecedor tomar conhecimento e trocar experiências com profissionais da mesma área que a sua. É importante saber como solucionam problemas semelhantes e como conduzem suas atividades profissionais. Por isto as visitas técnicas são  de grande importância para o desenvolvimento profissional de cada um.

Nas áreas de engenharia, planejamento urbano, saneamento ou administração  pública, por exemplo, estas visitas podem  ocorrer em órgãos públicos tais como ETAs – Estações de Tratamento de Água, ou ETEs – Estações de Tratamento de Esgotos, departamentos e institutos de planejamento urbano ou de obras, edifícios com uso de energias de fontes renováveis como solar e eólica, usinas de resíduos urbanos e projetos de reciclagem, trânsito e transporte públicos, ou ainda, empresas privadas. Esta forma de visita necessita de agendamento e organização com antecedência de pelo menos 40 dias.

Nao é apenas nestas áreas que podemos viabilizar estas visitas. Nosso espectrum é bastante amplo. Já organizamos para grupos de médicos, de artistas plásticos, para profissionais ligados às artes cênicas e, com mais frequência, para arquitetos e planejadores urbanos.

Oferecemos toda infraestrutura para a realização destas visitas:  Transfers de chegada e de saída, tradutor para traduções simultâneas para o português, veículos para o deslocamento do grupo,  escolha de hospedagem e ainda serviço de guia.