BAIRRO HANSA (Hansa Viertel)
Bairro modernista de uso social projetado por arquitetos famosos na década de 1950.
 
 
O Bairro burguês nominado Hansa Viertel, em Berlim, na Alemanha, foi construído em 1874 por uma firma de empreendimentos imobiliários de Hamburgo. O nome é uma homenagem à cidade hanseática de Hamburgo, também na Alemanha, e por isso as ruas do bairro recebem nomes de bairros, lugares ou ruas de esta cidade.
Em torno de 90% de suas edificações foram destruídas na Segunda Guerra Mundial e a reconstrução do bairro se deu na forma de uma “Exposição Internacional da Construção”. As antigas casas burguesas de industriais e de intelectuais do século 19 foram substituídas por habitações de uso social, projetadas sob preceitos modernistas, internacionais, considerados os mais adequados para o pós-guerra.
As obras deveriam terminar em 1957 e fazerem parte da grande exposição internacional,que aconteceria de 6 de julho a 29 de Setembro daquele ano. E assim foi, com exceção de algumas obras, que não conseguiram concluir até esta data, inauguraram a maioria dos edifícios. Estes foram visitados por gentes de muitas partes do mundo, que vinham para ver as obras dos arquitetos modernistas mais famosos daquela época: Alvar Aalto, Walter Gropius, Oscar Niemeyer, Pierre Vago e muitos outros.
Por meio de um concurso onde participaram 53 arquitetos internacionais convidados a projetar 45 objetos, realizaram 35 dos projetos vencedores. Além dos arquitetos, tomaram parte também urbanistas, paisagistas e artistas plásticos nacionais e internacionais como o arquiteto e urbanista Hans Scharoun; os artistas plásticos Henry Moore e Hans Uhlmann e outros.
O bairro seguiu com certo rigor os preceitos da Carta de Atenas e tinha como objetivo se tornar um protótipo, um modelo a ser seguido pela arquitetura que viria a ser produzida durante a reconstrução de Berlim no pós-guerra.

 

Desde 1995 patrimônio histórico

Deixe um comentário

*

*